domingo, 13 de janeiro de 2013

quinta-feira, 15 de março de 2012

Vídeo: Projeto Amizade

video

Atividade 1. 5 Elaboração de Projetos

Projeto Pedagógico: Amizade: “SOMOS TODOS ANJOS DE UMA ASA SÓ, PRECISAMOS NOS ABRAÇAR PARA ALÇAR VÔO”...


Este trabalho vem mostrar que o objetivo de educar se baseado em valores significa levar o aluno a refletir sobre sua própria conduta e a dos outros. Valores estes que precisam ser estimulados tais como: diálogo, justiça, respeito mútuo, amizade, solidariedade, tolerância; que os fará agir em prol do outro e em prol do bem comum. Neste Trabalho busca-se desenvolver competências nas crianças, mostrando-lhes como é possível serem verdadeiros amigos, como aceitar e respeitar as diferenças do outro, como lidar com as adversidades de sentimentos. Por tanto se faz necessário que a escola e a família busquem e promovam um ambiente de aprendizagem constante para o educando, visando suas necessidades e seu total desenvolvimento.














INTRODUÇÃO


Educar para a cidadania é uma tarefa árdua e requer empenho e muita luta a fim de se alcançar os objetivos almejados e propostos pelos pensadores de uma educação presa a democracia, que implica na luta constante pela divulgação e pelo respeito aos direitos humanos e a inserção dos valores éticos e morais nos currículos escolares. Os valores funcionam em nossas vidas nos momentos em que decidimos e agimos, tomando-os por fundamento, por base de nossas ações. O objetivo de educar baseado em valores significa levar o aluno a refletir sobre sua conduta e a dos outros. Portanto não podemos esquecer que estamos formando seres humanos que precisam estar munidos de valores desde muito cedo, pois são valores como: diálogo, justiça, respeito mútuo, amizade, solidariedade, tolerância e etc, que os fará agir em prol do outro e em prol do bem comum.

JUSTIFICATIVA


Devido aos constantes conflitos e preconceitos que se encontram e que presencia-se no dia a dia das crianças no seu meio social, percebe-se a importância da realização um projeto que resgatasse alguns valores que devem fazer parte da vida social de um ser humano. Neste Trabalho busca-se desenvolver competências nas crianças, mostrando - lhes como é possível serem verdadeiros amigos, como aceitar e respeitar as diferenças do outro, como lidar com as adversidades de sentimentos. O envolvimento da família no ambiente escolar e social da criança é fundamental e é um componente importantíssimo para a aquisição de valores eventualmente assumidos. O ambiente escolar tem sem dúvida uma função importante de estar instruindo, mostrando caminhos, apresentando soluções, proporcionando meios de aprendizagem e reflexão sobre a problemática aqui apresentada. Por tanto se faz necessário que a escola e a família busquem e promovam um ambiente de aprendizagem constante para o educando, visando suas necessidades e seu total desenvolvimento.


OBJETIVO GERAL


Desenvolver um trabalho coletivo no ambiente escolar com as crianças, incluindo a família no processo ensino-aprendizagem, como parceiros e colaboradores, estimulando o crescimento do aluno, resgatando valores e o fortalecimento da auto-estima, a relação interpessoal, o diálogo.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS


1- Desenvolver competências sociais em crianças;
2- Mostrar a importância da amizade e como serem amigos;
3- Destacar como lidarem com as quatro emoções básicas: "medo, alegria, tristeza, e ira”.


RECURSOS MATERIAS E HUMANOS .


* Papel pardo, papel sulfite, e.v.a, cola quente, canetas- hidrocor, tinta-guache, lápis de cor, canetinha,cola, cola glitter, tesoura, tv, cd, vídeo, som, câmera digital, data-show , notbook,etc.....
Recursos humanos: professor e alunos;


COMPETÊNCIAS DESENVOLVIDAS


* Afetividade
* Auto-Estima
* Otimismo
* Controle dos impulsos
* Empatia e compreensão do outro
* Prestatividade e solidariedade
* Sinceridade
* Saber Ouvir
* Administração das emoções
* Comunicação Interpessoal


ESTRATÉGIAS


Reflexão (algumas questões relevantes) para pensar:

O que é amizade?
A amizade é o mesmo que amor?
O que é um amigo de verdade?
O que é o medo?
Que coisas nos deixam felizes?
Por quê ficamos tristes?
O que nos deixam com raiva?
Como não falar a um amigo?
Como falar a um amigo?
- Mensagem para refletir "o que é ser amigo"
- A importância da amizade
- Contando histórias, temas: respeito, sentimentos, disciplina, solidariedade, amizade; “coleção: Cida Lope”.
- Fazendo representações através de desenhos dos personagens da história destacando o que mais lhe chamou atenção nas historinhas contadas.
- Representar, falar e ou cantar atitudes e sentimentos de um verdadeiro amigo.
- Realizar debates sobre as atitudes positivas e negativas levando-os a uma reflexão.
- Confecção de mural com fotos em momentos diversos que expressem os valores assumidos.
- Músicas diversas sobre amigos
Solicitar que os alunos expressem seus sentimentos pelo próximo através de desenhos, pintura colagens, desenhos.
- dinâmica do abraço
- dinâmica da caixinha de bombom
- Apresentação de um vídeo musical envolvendo as relações interpessoais cotidianas para ajudá-los a refletir e aprenderem a lidar com as diferenças respeitando o seu próximo, levando-os a perceber que é possível construirmos um ambiente harmonioso, que é importante sermos amigos, que é possível falar sobre diferentes sentimentos, aprender a lidar com verdades e com as mentiras, com a ira e com a dor, com o medo e com a tristeza, com a alegria e a felicidade e como expressar o que lhes agrada e desagrada.



AVALIAÇÃO

A avaliação será contínua através das atitudes dos alunos em sala de aula , no pátio, da escola, antes e depois de cada atividade proposta . No intuíto de observar se os valores propostos e apresentados foram eventualmente assumidos.



BÍBLIOGRAFIA

Lope, Cida . Descobrindo Valores, Editora Brasileitura.
Carneiro, Liliane – Quem vou ser quanto Crescer – Editora: Paulina
Parâmetros Curriculares Nacionais - “PCNs das Séries Iniciais” - Ministério da Educação – Temas Transversais e Ética, Volume 8 – Brasília, 2001.


Atividade 1.4 Banco de Projetos

Relato de projeto de trabalho:
Relato de um projeto desenvolvido na turma de 1º e 2º, foi desenvolvido na Unidade III Lauro Miranda de Assunção, com o tema Amizade, onde foi desenvolvida com os alunos atividades variadas. Durante a semana, foram utilizadas várias metodologias, como: pesquisa, músicas,vídeos confecção de lembrancinhas pelos alunos e outras, também foi utilizado algumas mídias, como: not book, câmera digital e datashow.


Atividade 1.3 Elaboração de Projetos

Segundo a autora, o projeto deve partir de uma questão relacionada com uma única área de conhecimento e em seu desenvolvimento, ir se abrindo e articulando outros conceitos de outras áreas.
Nesse sentido no projeto é fundamental que os alunos compreendam as decisões que vão sendo tomadas durante a realização do mesmo. Durante o desenrolar do projeto, deve-se estabelecer uma cumplicidade de propósitos entre os alunos e destes com o professor provocando o surgimento de um ambiente de trabalho criativo, no qual cada indivíduo pode contribuir com suas aptidões, ou estar disposto a enfrentar o esforço de aprender algo novo e que se mostrou necessário em função do próprio projeto.
O trabalho com projetos pode dar conta de alguns objetivos educacionais com maior profundidade, em particular o desenvolvimento da autonomia intelectual, o aprender a aprender, o desenvolvimento da organização individual e coletiva, bem como a capacidade de tomar decisões e fazer escolhas com o propósito de realizar pequenos ou grandes projetos pessoais.

Psicogenética Walloniana

"A serviço da Educação, a psicogenética walloniana oferece subsídios para aprofundar a reflexão sobre a prática pedagógica, motivando a investigação educacional. Ao mesmo tempo, impõe exigências sobre esta prática, cobrando da Escola o atendimento do indivíduo na integridade dos domínios que o constituem (afetivo, cognitivo e motor)."

"Tendo acesso a material teórico que aborda de forma integrada, temas como expressividade, emoção, gestualidade, movimento, representação mental, pensamento discursivo, o professor estará provavelmente melhor preparado para atender a criança em suas diversas necessidades, assim como impulsionar o seu desenvolvimento e favorecer sua aprendizagem. Afinal, a Escola não deve dissociar a formação da inteligência da formação da personalidade, pois a inteligência tem ´status´ de parte no todo constituído pela pessoa e seu desenvolvimento está ligado ao das outras esferas constitutivas deste todo."

"Esta concepção valoriza o papel do professor. Como elemento diferenciado, é o responsável pela unidade do grupo, podendo receber as manifestações das crises infantis com o distanciamento necessário para não as comprimir nem se submeter a elas.(...) O professor é valorizado também do ponto de vista do conteúdo. Não se deve colocar como exclusivo detentor do saber e único responsável pela sua transmissão, mas tampouco abdicar deste papel, submetendo-se indiscriminadamente à espontaneidade infantil.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Atividade 1.1 Curso Elaboração de Projetos Síntese do texto de Nilson José Machado "Projeto de vida."

Projetos
“Projetos é lançar-se para o futuro, com orientação. É a busca pelo que se pretende conhecer. É a procura por respostas para uma interrogação que provoca interesse e incomoda.”
Nilson José Machado
Para Machado projetos podem ser considerados em diversas escalas, como no país, com definição de seus rumos e metas, ou na escola, com a busca por se enraizar na comunidade. Mas no âmbito escolar os projetos devem ser diretamente ao conceito de cidadania. A idéia de cidadania está articulada com a idéia de projetos, de metas pessoais ligadas a uma meta coletiva.
Fundamentado em Jonh Dewey, o autor explica que ”O trabalho com projetos é um micro-exercicio  da vida em sociedade, pois define as metas comuns dos indivíduos.
O professor define ainda que os projetos não podem ter metas triviais nem impossíveis, no projeto deve existir risco,  mas não a impossibilidade.
A existência de projetos está ligada a dúvida, ao estudo e a uma meta em aberto, que o aluno precisa ter uma pergunta, uma dúvida, algo que gere uma discussão, pesquisa, incerteza e conseqüentemente interesse.
Para o educador o educador os projetos não precisam estar presos a pesquisas de assuntos sofisticados, e sim ligado a realidade. O projeto tem que envolver uma dúvida sincera. “O conhecimento para a criança dentro da sala de aula deve estar sendo criado continuamente”.O projeto não se trata de uma falsificação mas de colocar o foco na criação.
Machado ainda ressalta que o projeto é uma ferramenta pedagógica a mais e não substitui a aula no sentido mais tradicional. “A tragédia na escola acontece quando a aula é o único espaço de convívio, desenvolvimento e troca de conhecimentos. Para Machado, deve haver espaço para interação pessoal entre alunos e educador sem que haja com hora marcada, um espaço de natural convivência.
Segundo o professor Machado, nos projetos de faculdades ocorre uma tragédia educacional, quando 100 mil alunos disputam 8 mil vagas, uma disputa árdua que deveria selecionar aqueles realmente preparados. Mas será que estão preparados? Será que aprenderam a desenvolver projetos? As escolas deveriam propagandear quantos alunos colocam na faculdade, para mostrar quantos deles se formam. Aí sim estarão mostrando que realmente preparam bem os estudantes. Uma escola precisa ser avaliada pela formação que dá e não por quantos estudantes colocam no curso superior.
Portanto, deveria haver sempre o desenvolvimento de projetos, naquele sentido do aluno, da criança, do adolescente, projetar-se para a frente, para o futuro com uma meta a  ser alcançada, com uma dúvida a ser respondida, com busca de conhecimento reais e substancias para o futuro do aluno, preparando-o inclusive para seus projetos de vida.